ELAS: Expressões de Matemáticas Brasileiras

Cada poster traz uma personalidade. Em cada personalidade, está um pouco da história da matemática no Brasil. Encorajar as mulheres interessadas em atuar nesse campo de pesquisa é o objetivo da exposição Elas: expressões de matemáticas brasileiras.

Site oficial da exposição: https://thsjordao.wixsite.com/elasmatematicas .

“Esperamos que, em pouco tempo, atitudes como as das mulheres que fazem parte dessa exposição sirvam para promover oportunidades e tratamento iguais para as mulheres na ciência”, diz Thaís Jordão, professora do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP e curadora da exposição. Entre os perfis apresentados nos painéis estão os de três ganhadoras do prêmio Para Mulheres na Ciência:

Adriana Neumann de Oliveira, professora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul;

Cecília Salgado Guimarães da Silva, professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ);

Carolina Bhering de Araújo, professora do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA).

E integram a exposição, os relatos das professoras:

Maria José Pacífico e Walcy Santos, ambas da UFRJ;

Keti Tenenblat, da Universidade de Brasilia;

Ketty Abaroa de Rezende, da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP);

Maria Aparecida Soares Ruas, do ICMC, USP, São Carlos.

Aposentada, Maria Aparecida Ruas é professora sênior no Instituto, onde começou a dar aulas em 1981. Ela foi a primeira mulher a chefiar o Departamento de Matemática do ICMC. Na opinião de Maria Aparecida, a presença das mulheres na matemática ainda é pequena e seria interessante pensarmos de que maneira podemos aumentar a inserção feminina na área.

“Muitas mulheres possuem aptidão em matemática e acabam não seguindo na área por diferentes motivos. Em qualquer segmento da sociedade, seja na política, na ciência ou em empresas, se há equilíbrio de gênero, isso reflete melhor o que acontece na sociedade. Além disso, o equilíbrio traria uma maior diversidade de pensamentos”, analisa a professora (leia a entrevista completa).

Cada peça da exposição tem como pano de fundo uma lista com os nomes de 500 matemáticas brasileiras. “Fizemos uma busca por currículos de profissionais de matemática cadastrados na Plataforma Lattes, a qual gerou um total de 5.920 nomes. Desses, 500 eram nomes de mulheres”, revela Thaís.

Segundo a curadora, o idealizador da iniciativa foi o professor Ali Tahzibi, do ICMC. Em visita ao Centre International de Rencontres Mathématiques (CIRM), localizado em Marseille, na França, ele viu a exposição Woman of Mathematics thoughout Europe.

Inspirado nessa mostra, Tahzibi teve a ideia de fazer um projeto similar no Brasil e apresentou a proposta à professora Thaís. Coube a ela fazer o convite para que algumas matemáticas brasileiras compartilhassem seus perfis na exposição, que tem o apoio da Comissão de Cultura e Extensão Universitária do Instituto.

Fazem parte da exposição 8 Matemáticas de diferentes estados e instituições de pesquisa em Matemática no Brasil. Clique em seus nomes para ver os pôsteres.

Carolina Bhering de Araujo, do IMPA, Instituto de Matemática Pura e Aplicada e membro do Committee for Women in Mathematics da International Mathematics Union (IMU).

Maria José Pacifico, Walcy Santos e Cecília Salgado Guimarães da Silva, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ.

Ketty Abaroa de Rezende, da UNICAMP, Campinas.

Maria Aparecida Soares Ruas, do ICMC, USP, São Carlos.

Keti Tenenblat, da UnB, Brasília.

Adriana Neumann de Oliveira, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Temos, por estado ou distrito da Instituição: 4 matemáticas do Rio de Janeiro, 2 de São Paulo, 1 do Rio Grande do Sul e 1 do Distrito Federal.

Exposições sobre a biografia, a obra e as expressões de Matemáticas é uma estratégia de divulgação matemática importante para alcançar o público infanto-juvenil e, em especial, o feminino.

As instituições podem criar, ampliar (com outras pesquisadoras de seus estados e instituições) e fazer conhecer as pesquisadoras atuantes em diversos campos da Ciência.

.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.