As Constelações de Inverno Austral

O Inverno Austral tem início na noite mais longa do ano. Esta data marca o Solstício do Inverno Austral, quando o Sol ilumina menos o Hemisfério Sul e mais o Hemisfério Norte do planeta.

Em 2020, teremos:

  • Início: 20 de junho.
  • Término: 22 de setembro.

AS CONSTELAÇÕES VISÍVEIS NO CÉU NOTURNO DO INVERNO AUSTRAL

Saiba quais as Constelações que deve procurar nos meses de inverno.

AQUILA (ÁGUIA)

Áquila e a antiga constelação de Antínuos (ou Ganimedes).

Estrelas Principais

  • a Altair — sequência principal branca, SC: A7, VM: 0.76, 16,77 anos-luz.
  • b Alshain — Sistema de estrela binária, VM: 3.71, 44,7 anos-luz.
  • A — subgigante amarela, SC: G8
  • B — anã vermelha, SC: M3
  • z Dheneb — SC: B9, VM: 2.99

Lenda: A Águia era o pássaro favorito de Júpiter e recebeu muitas tarefas difíceis de fazer.

Júpiter a Áquila.

Curiosidades

A estrela Altair está muito perto da Terra, há apenas 16,7 anos-luz. Além disso, dentro de Aquila está Eta Aquilae, uma estrela gigante da classe espectral G0. É uma estrela variável com uma magnitude visual que varia de 4,1 a 5,3 em um período de 7,18 dias.

ARA: O ALTAR CELESTE

Software Stellarium. Constelações de Ara(Altar), próxima de Escorpião.

Estrelas Principais

  • a Alpha Arae — SC: B3, VM: 2.97, 220 anos-luz.
  • b Beta Arae — SC: K3, VM: 2.85, 930 anos-luz.
  • g Gamma Arae — estrela de Hélio, VM: 3.51, 148 anos-luz.

Lenda: Esta constelação fica abaixo de Escorpião e contém várias estrelas brilhantes. O Altar Celeste Ara foi colocado nos céus pelos atletas olímpicos.

A constelação representa o altar usado por Zeus e outros deuses gregos para jurar lealdade antes de entrarem na grande guerra contra Cronos e os Titãs.  Altar foi erguido pelos atletas olímpicos após a guerra para comemorar sua vitória.

Em outro mito grego, Ara representa o altar do rei Lycaon da Arcádia.

Ara (Pira Olímpica).

CAPRICORNUS (A CABRA)

Ilustração antiga de Capricórnio colorizada, baseada em um mapa celeste do astrônomo polonês-germânico Johannes Hevelius (1611-1687), publicada em 1690.

Estrelas Principais

  • a2 Al Giedi — dupla, SC: G9, VM: 3.57, 1100 anos-luz.
  • b Dabih — anã, SC: F8, VM: 3.08, 250 anos-luz.
  • d Deneb Algiedi — variável, SC: A5, VM: 2.87, 50 anos-luz.

Lenda: A figura de uma cabra, o animal mais famoso por sua capacidade de escalada, foi escolhida para representar a constelação em que o Sol se encontrava naquele momento. A Cabra Celeste é metade cabra e metade peixe, portanto, uma criatura não só capaz de escalar montanhas íngremes, mas que também se sente em casa durante as chuvas e inundações da temporada de Inverno.

Curiosidades

Capricórnio aparece no céu no momento do Solstício de Inverno, quando o Sol para de descer e começa a subir cada vez mais alto no céu dia a dia. É o décimo signo do Zodíaco (ciclo inicia em Áries).

CISNE

CONSTELAÇÃO CISNE. Detalhe do afresco, 1575, de Villa Farnese, Caprarola, Itália.

Estrelas Principais

  • a Deneb — supergigante branca, SC: A2, VM: 1.25, 3200 anos-luz.
  • b Albireo — estrela dupla, VM: 3.05, 386 anos-luz.
  • A — brilhante gigante amarela, SC: K3.
  • Companheira — azul.
  • g Sadr — supergigante amarelada, SC: F8, VM: 2.23, 1520 anos-luz.
  • e Gienah — gigante laranja, SC: K0, VM: 2.48, 72 anos-luz.

Lenda

Cygnus era o melhor amigo de Faetonte (ou Faeton), filho do deus Apolo (Hélio, o Sol) e da ninfa Climente.

Ao nascer, o Deus Sol prometeu à mãe de Faetonte que jamais negaria a realização de um desejo ao filho. Na adolescência, quando descobre a identificação paterna, Faetonte resolve ir conhecê-lo, para provar a sua ascendência divina. Ao chegar no suntuoso palácio, onde jamais existia a escuridão, Faetonte se pôs a imaginar como seria dirigir a carruagem de seu pai, composta por imponentes corcéis, que levava a luz, os dias e as noites a todas as regiões do planeta. A fascinação de estar à frente daquele veículo o consome por inteiro. Ele, então, pede ao pai que o permita pilotar, apenas por uma vez. Apolo não pode negar o desejo do filho, pela promessa feita à sua mãe. Todavia, ele alerta o jovem dos perigos da vertiginosa trajetória, explicitando suas próprias dificuldades e medos. Apolo, preocupado, diz que ele não terá maturidade para dirigi-lo. O jovem insiste. Nenhum conselho o impediria de navegar pelo céu magnífico que se abria no horizonte. A tragédia estava anunciada. Ao subir na carruagem, os cavalos já pressentiam a diferença de peso do seu condutor. Poucos foram os momentos de glória, para Faetonte. Alguns instantes de completo êxtase, ínfimos, perto do desastre. Ele perdia, a cada segundo, o controle sobre os poderosos corcéis, desequilibrando-se nas alturas. Cada lugar pelo qual passava sofria as consequências de seu voo irresponsável. Após quase destruir toda a uniformidade da Terra, Zeus é impelido a matá-lo, com um de seus desconcertantes raios. Seu corpo foi, como um meteoro, até o fundo do rio Erídano. Lá, diz o mito, suas irmãs erigiram um túmulo, em homenagem à sua ousadia juvenil.

Quando Faetonte foi atingido pelos raios de Zeus e caiu no rio Erídano, Cygnus mergulhou no rio repetidamente em busca de seu corpo.

A queda de Faetonte. Mármore, por volta de 1700-1711 CE. Por Dominique Lefevre. 

Júpiter ficou tão comovido com o amor e a devoção que Cygnus mostrou para Faetonte que transformou Cygnus em um cisne para que ele pudesse mergulhar mais facilmente. Finalmente, depois que Cygnus desistiu em desespero de encontrar o corpo de Faetonte, Júpiter o colocou nos céus como um cisne.

Irmãs de Faetonte e Cygnus sendo transformados em álomos (árvores) e em cisne.

Curiosidades

Alberio, uma estrela binária, é conhecida por suas duas cores distintas, azul e amarelo, que podem ser vistas usando um telescópio.

HÉRCULES

Estrelas Principais

  • a Rasalgethi — sistema de estrelas múltiplas, VM: 2.78, 382 anos-luz.
  • A — vermelha brilhante ou supergigante, SC: M5
  • B — binária
  • b Kornephoros — gigante, SC: G8, VM: 2.77, 125 anos-luz.
  • d Sarin — estrela azul, SC: A3, VM: 3.16, 105 anos-luz.
  • z Ruticulus — SC: G0, VM: 2.81

Lenda

Hércules era filho de Júpiter e de um casal humano. Alcmene, uma bela e virtuosa mulher tebana e seu marido, o general Amphitryon. Júpiter se disfarçou de Amphitryon e seduziu Alcmene.

Seu nascimento deixou a esposa deusa de Júpiter, Juno, tão ciumenta que ela decidiu tornar a vida de Hércules miserável. Enquanto ele ainda era um bebê, ela enviou duas serpentes enormes para matá-lo, mas Hércules estrangulou ambas.

Quando ele se tornou adulto, Juno fez Hércules ficar louco por um breve período, mas durante o qual ele assassinou sua família.

Para expiar esse ato terrível, ele foi obrigado a sair como um escravo e para ganhar sua liberdade, completar com sucesso 12 tarefas heroicas, os 12 trabalhos de Hércules.

Curiosidades

Dentro de Hércules está o Aglomerado Hércules (NGC 6205 ou M13) um aglomerado globular que pode ser visto a olho nu, mas que é espetacular usando um telescópio.

LIBRA (BALANÇA DE PRATOS)

Libra (Balanças) fazia parte das garras de Escorpião. Mas a área foi separada para homenagear à justiça do Imperador Romano Júlio Cesar.

Estrelas Principais

  • a2 Zubenelgenubi — subgigante branca, SC: A3, VM: 2.75, 77 anos-luz.
  • b Zubenelchemali — estrela de Hélio, SC: B8, VM: 2.61, 148 anos-luz.
  • g Zubenelhakrabi — gigante, SC: G8, VM: 3.91, 109 anos-luz.

Lenda

Libra, a sétima constelação do Zodíaco, é a única que não representa algo vivo.

Em homenagem ao Imperador Romano Júlio César, as estrelas das garras do Escorpião foram combinadas para formar a figura de César segurando um par de Balanças em equilíbrio. A constelação era para ser um eterno memorial celeste da infinita sabedoria e justiça de Júlio César. Após a morte de César, no entanto, sua figura foi abandonada da imagem da constelação e apenas a Balança foi mantida.

Ilustração antiga mostra os pratos de Balança ainda fazendo parte das garras de Escorpião.

LIRA

Estrelas Principais

  • a Vega — estrela da sequência principal branca, SC: A0, VM: 0.03, 25 anos-luz.
  • b Sheliak — variável, VM: 3.4 a 4.3, 1100 anos-luz.
  • g Sulaphat — SC: B9, VM: 3.24

Lenda

Mercúrio fez a primeira Lira e apresentou-a a Apolo, que por sua vez, deu a seu filho Orfeu.

Orfeu aprendeu a tocar música tão docemente que os pássaros vinham para ouvir, os animais selvagens eram domados e os monstros marinhos encantados com o feitiço da música.

Após a morte de Orfeu, Júpiter enviou um abutre para trazer de volta a Lira e a colocou nos céus como uma constelação.

Curiosidades

Dentro de Lira (entre Sulaphat e Sheliak) está a nebulosa planetária NGC 6720 ou M57.

OFIÚCO, O SEGURADOR DE SERPENTES

Estrelas Principais

  • a Rasalhague — gigante branca, SC: A5, VM: 2.08, 47 anos-luz.
  • b Kelb Alrai — gigante, SC: K1, VM: 2.94, 125 anos-luz.
  • d Yed Prior — SC: M1, VM: 2.74
  • h Sabik — sistema de estrela binária, VM: 2.43, 84 anos-luz.
  • A — sequência principal branca, SC: A2
  • B — sequência principal branca, SC: A3
  • z Han — SC: 09.5, VM: 2.56

Lenda

Acredita-se que Ofiúco represente o famoso médico grego, Aesculapius, que descobriu como trazer uma cobra morta de volta à vida usando uma erva misteriosa.

O uso de ervas por Esculápio foi tão bem-sucedido que Plutão, governante do submundo, reclamou a Júpiter que ele não teria mais almas mortas e seu mundo seria arruinado.

Júpiter, temendo que Esculápio tivesse encontrado o caminho para dar imortalidade a todos os seres humanos mortais, lançou um raio mortal que matou o médico. Mas em homenagem às suas grandes habilidades como médico, Júpiter colocou Esculápio entre as estrelas junto com a cobra.

Curiosidades

Dentro de Ofiúco estão vários aglomerados globulares, NGC 6333 (M9), NGC 6254 (M10), NGC 6218 (M12), NGC 6402 (M14) e NGC 6273 (M19).

Faz parte atualmente das 13 Constelações Zodiacais Astronômicas que são definidas pelas regiões do Céu por onde o Sol é visto da Terra ao longo do ano. Isto reduziu drasticamente a quantidade de dias em que o Sol fica na Constelação de Escorpião!

SAGITÁRIO, O ARQUEIRO

Estrelas Principais

  • a Rukbat (Alrami) — SC: B8, VM: 3.97, 250 anos-luz.
  • d Kaus Meridionalis — gigante, SC: K2, VM: 2.70, 136 anos-luz.
  • e Kaus Australis — subgigante azul, SC: B9.5, VM: 1.79, 147 anos-luz.
  • l Kaus Borealis — gigante, SC: K1, VM: 2.94, 84 anos-luz.
  • s Nunki — sequência principal azul, SC: B2.5, VM: 2.05, 224 anos-luz.
  • z Ascella — SC: A2, VM: 2.59

Lenda

Os Centauros, metade homem e metade cavalo, tinham o poder e a velocidade de um cavalo com o cérebro de um homem. Eles eram criaturas selvagens, conhecidos por serem malévolos, exceto por Quíron, conhecido por sua bondade e sabedoria. Foi o educador de dezenas de heróis e jovens da elite greco-romana.

Quíron era imortal, mas devido a uma ferida com flecha envenenada com sangue da Hydra, muito dolorosa, ele implorou a Júpiter que permitisse que ele morresse em vez de viver em agonia. Júpiter atendeu ao seu pedido. Antes de Quíron morrer, ele designou todas as constelações para ajudar navegadores e viajantes.

Ele projetou Sagitário para honrar a si mesmo, pois era conhecido como um grande arqueiro.

Curiosidades

Dentro de Sagitário está a Nebulosa Trifídea (NGC 6514 ou M20), a Nebulosa da Lagoa (NGC 6523 ou M8) e a Nebulosa do Cisne (Ômega) (NGC 6618 ou M17).

ESCORPIÃO

Estrelas Principais

  • a Antares — sistema de estrelas duplas, VM: 1.06, 600 anos-luz.
  • A — supergigante vermelha, SC: M1.5
  • B — sequência principal azul, SC: B4
  • b Acrab (Graffias) — SC: B0 e B2, VM: 2.90, 540 anos-luz.
  • d Dschubba — subgigante azul, SC: B0, VM: 2.29, 402 anos-luz.
  • l Shaula — subgigante azul, SC: B2, VM: 1.62, 700 anos-luz.
  • q Sargas — brilhante gigante amarelada, SC: F1, VM: 1.86, 272 anos-luz.

Lenda

Juno, esposa de Júpiter, fez o escorpião matar Órion, o Caçador, com sua picada mortal para puni-lo por sua ostentação.

Quando Diana, a deusa da Lua, soube da morte de seu amante, ela implorou a Júpiter para colocá-lo como uma constelação nos céus. Juno exigiu que Júpiter também honrasse o Escorpião da mesma forma, então ele os colocou bem distantes no céu, em estações opostas do ano:

  • Órion no céu do Verão Austral.
  • Escorpião no céu do Inverno Austral.

Curiosidades

Dentro de Escorpião encontra-se três aglomerados abertos, NGC 6405 ou M6 (Aglomerado da Borboleta), NGC 6475 ou M7, e NGC 6322 e dois aglomerados globulares, NGC 6121 ou M4 e NGC 6093 ou M80.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.