Dia Mundial da Ciência para a Paz e Desenvolvimento

Para comemorar o Dia Mundial da Ciência para a Paz e o Desenvolvimento de 2020, a UNESCO organizou uma mesa redonda online para compartilhar boas práticas e novas ideias para melhorar as interligações entre a ciência e a sociedade para resolver os desafios globais, como a atual pandemia.

Centros de ciência e museus de ciência em todo o mundo estão celebrando a contribuição da ciência para o desenvolvimento sustentável neste dia – junte-se a eles em eventos especiais no Dia Mundial da Ciência pela Paz e pelo Desenvolvimento.

CIÊNCIA, UM DIREITO HUMANO

Todos têm o direito de participar e se beneficiar da ciência. Devemos encontrar maneiras de melhorar o acesso à ciência e aos benefícios da ciência para o desenvolvimento sustentável.

Declaração universal dos direitos humanos

A Declaração foi proclamada pela Assembleia Geral das Nações Unidas em Paris em 10 de dezembro de 1948 como um padrão comum de realizações para todos os povos e todas as nações. Ele define, pela primeira vez, os direitos humanos fundamentais a serem protegidos universalmente. 

O artigo 27 afirma que:

(1) Toda pessoa tem o direito de participar livremente da vida cultural da comunidade, de desfrutar das artes e de participar do progresso científico e de seus benefícios.
§ 2º Toda pessoa tem direito à proteção dos interesses morais e materiais decorrentes de qualquer produção científica, literária ou artística de sua autoria.

Recomendação da UNESCO sobre Ciência e Pesquisadores Científicos

A Recomendação da UNESCO sobre Ciência e Pesquisadores Científicos é um importante instrumento de definição de padrões que não apenas codifica os objetivos e sistemas de valores pelos quais a ciência opera, mas também enfatiza que eles precisam ser apoiados e protegidos para que a ciência floresça. Uma primeira recomendação foi adotada em 1974 e uma recomendação revista foi adotada em 13 de novembro de 2017, substituindo o texto de 1974. Esta recomendação tem um valor particular hoje, inclusive para os países em desenvolvimento no desenvolvimento de suas habilidades científicas e instituições.

A Recomendação defende os princípios da Declaração Universal dos Direitos Humanos – que todos têm o direito de participar e se beneficiar da ciência – e fornece uma lista de verificação útil de requisitos políticos e institucionais para garantir o acesso à educação científica e direitos fundamentais, como o direito ser um cientista, proteger a propriedade intelectual, compartilhar avanços científicos e liberdade acadêmica.

Leia a Recomendação UNESCO para a Ciência e Cientistas

https://en.unesco.org/themes/ethics-science-and-technology/recommendation_science

“A ciência é a nossa maior esperança para um futuro brilhante e equitativo. Os desafios são graves e todos devemos trabalhar juntos para enfrentá-los. Devemos compartilhar nosso conhecimento e apoiar uns aos outros para que possamos realizar nossa plena proteção como família humana. “
– Sua Alteza Real a Princesa Sumaya bint El Hassan, enviada especial da UNESCO para a Ciência pela Paz

CRIAÇÃO

Desde a expansão do universo até os telefones em nosso bolso, a ciência está em toda parte. Todos os anos, em 10 de novembro, o Dia Mundial da Ciência pela Paz e pelo Desenvolvimento nos ajuda a lembrar esse fato e oferece uma oportunidade para que todos se envolvam em debates e atividades científicas.

O Dia marca uma ocasião para mobilizar todos os atores em torno do tema da ciência para a paz e o desenvolvimento – desde funcionários do governo até a mídia e alunos de escolas. Ao vincular a ciência mais estreitamente à sociedade, a ciência se torna acessível a todos e amplia nossa compreensão do planeta frágil e notável que chamamos de lar. Torna-se também um degrau mais sólido para tornar nossas sociedades mais sustentáveis.

Desde sua proclamação pela UNESCO em 2001, o Dia Mundial da Ciência pela Paz e pelo Desenvolvimento gerou muitos projetos, programas e fundos concretos para a ciência em todo o mundo. O Dia também ajudou a fomentar a cooperação entre cientistas que vivem em regiões marcadas por conflitos, um exemplo sendo a criação apoiada pela UNESCO da Organização de Ciência Israelense-Palestina ( IPSO ).

Os objetivos do Dia Mundial da Ciência para a Paz e o Desenvolvimento são:

  • Fortalecer a consciência pública sobre o papel da ciência para sociedades pacíficas e sustentáveis;
  • Promover a solidariedade nacional e internacional para a ciência compartilhada entre os países;
  • Renovar o compromisso nacional e internacional para o uso da ciência em benefício das sociedades;
  • Chamar atenção para os desafios da ciência e levantar subsídios para o empreendimento científico.

Celebrações anteriores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.