De olho na goiabeira

Capa: Mão segurando lupa e observando goiabas em um fundo rosa. Crédito imagem: Gerd Altmann e Any Lane.
Com alterações realizadas pelos autores deste texto.

Equipe envolvida na elaboração do vídeo e episódio: Dayene Silva (narração), Jaciele Sotero dos Santos, Larissa Andrade, Mariana Elysio, Coord: Eleonora Kurtenbach

Abrimos a Temporada “Do olho no Jardim”, onde a goiabeira (Psidium guajava) protagoniza nosso primeiro episódio. O vídeo “De olho na Goiabeira” foi elaborado integralmente pela equipe de professores, mediadores e voluntários do ECV.

Nosso grupo de trabalho tem se empenhado em produzir conteúdos de forma lúdica, criativa e curiosa a fim de apresentar as árvores frutíferas brasileiras que temos no jardim do Espaço Ciência Viva.

E aí, no seu quintal, na sua rua, na sua escola ou em algum lugar perto de você tem árvores nativas do Brasil?

Nosso objetivo é despertar o olhar e perceber o ambiente ao redor.
Desejamos partilhar alguns saberes científicos, tradicionais, comunitários e convidar você para esta construção de aprendizado juntinho com a natureza.
As  árvores ao nosso redor nos presenteiam com saúde, alimento, remédio, sombra, frescor e histórias.
Por exemplo, você já se perguntou quem plantou as árvores da sua rua? 
Qual a estação das flores? Em quanto tempo elas crescem e dão frutos?
Quais animais interagem com elas?

Conhecer as nossas árvores e suas riquezas nutricional, medicinal, ritualística, ecológica e cultural é fazer parte e construir a história ambiental de um lugar.

Vamos acessar os links relacionados a este episódio para conhecer, fazer e se encantar com tudo isso?

Você sabe porque as goiabas mudam de cor? Não?! Então clique no ícone e venha saber mais sobre o amadurecimento das goiabas. 

Você sabia que são realizadas muitas pesquisas científicas brasileiras com a goiaba?
Clique no ícone e confira uma entrevista exclusiva com pesquisadores da área! 

Se você é educador e pretende usar este material, clique aqui para acessar um jogo que aborda os assuntos apresentados no vídeo, e, assim, enriquecer ainda mais sua aula.
Lembre-se de nos contar como foi a experiência! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.