Da costa ao abismo

Montagem das Ilustrações dos Episódios da Temporada

EQUIPE DA TEMPORADA:
Estagiárias de licenciatura em Ciências Biológicas USP (Resp.: Profa Martha Marandino): Isabela Munhos Laterza, Julia Takuno Hespanhol e Marina Ponce Garcia
Profa. e aluna Lato sensu Ensino de Ciências-IFRJ: Ana Paula Mariano
Bolsista e atividades de edição: Jaciele Sotero
Designer:  Sérgio R. Vaz
Professoras: Tânia Goldbach e Roseantony R. Bouhid (coordenação geral) e Fernanda Azevedo (pesquisadora-colaboradora e consultora) e Gabriela Dias Bevilacqua.

Logo da Temporada

O que você vê quando olha para o Oceano? 

Carta Marina (parte), Olaus Magnus, 1539 – Domínio Público Fonte: Biblioteca Digital Mundial

A imensidão azul que recobre quase 71% da superfície do planeta já foi e ainda é objeto de amores e terrores em muitas culturas. 

Os antigos viam o mar como lar de grandes mistérios e gigantescos monstros à espreita: dragões empenhados em afundar navios que entrassem em seus domínios, e sereias à espera de marinheiros para colocarem sob seus encantos.

Talvez a visão moderna dos oceanos não seja mais tão fantástica quanto a de alguns séculos atrás, mas os mistérios permanecem permeando a imensidão.

Essa é, provavelmente, a primeira coisa que percebemos sobre o oceano: ele é imenso

Não só em extensão, mas também em profundidade. 

O ponto mais fundo do oceano, a Fossa das Marianas, localizadas no Oceano Pacífico, tem cerca de 11.000 metros. Para colocar isso em escala, seríamos capazes de empilhar o Monte Evereste, o Corcovado, o Morro Dois Irmãos e o Pão de Açúcar dentro delas e ainda não alcançaríamos a superfície do oceano! 

ilustração de Sérgio R. Vaz

Mas apesar dessas dimensões gigantescas, muitas vezes, quando olhamos para o mar, é difícil imaginar que ele pode ser, na verdade, muito mais complexo do que apenas um enorme reservatório de água salgada. 

Estamos acostumados com a visão de um mar claro, iluminado e cheio de vida, como o que vemos em recifes de corais e nas praias. Entretanto, essas belas paisagens subaquáticas compõem apenas 1% do oceano como um todo. Os outros 99% são locais bastante escuros, frios e muito pouco explorados, mas não menos ricos em biodiversidade.

Como então podemos estudar o oceano com seus ambientes costeiros, marinhos e polares?

Se perguntarmos para um oceanógrafo, o cientista cujo trabalho é exatamente esse, veremos o oceano ser dividido das mais diferentes formas, levando em consideração relevo submarino, iluminação, temperatura, quantidade de sais, correntes, entre outras condições ambientais que variam com a profundidade e com a latitude. 

Em nossa Temporada: “Da costa ao abismo”, optamos por uma classificação mais simples para apresentar os ambientes marinhos e suas zonas:  Terra, Interface Terra-Água, Mar raso, Mar médio e Mar profundo. Também abordaremos os ambientes polares (representados abaixo), que estão distantes de nós, mas ainda fazem parte do meio marinho.

Ilustração de Isabela Munhos

Abaixo, você pode conhecer outros dois olhares para o oceano: com a lente geológica e com a lente biológica (ilustrações de Isabela Munhos).
Estas são divisões clássicas encontradas em livros acadêmicos da área de oceanografia e biologia marinha. Uauh! Temos muitas formas de se estudar o oceano, não é mesmo? 

OLHAR GEOMORFOLÓGICO
(clique sobre a imagem para ampliar)

OLHAR ECOLÓGICO/OCEONOGRÁFICO
(clique sobre a imagem para ampliar)

Os ambientes polares, com o Ártico ao norte do globo e o Antártico ao sul, também são regiões do oceano, com características peculiares de temperatura e de incidência da luz ao longo do ano.

Ilustração adaptada por Julia Hespanol

Conheça mais sobre essas regiões do Oceano nos nossos seis Episódios que serão lançados nesta Temporada, cada um deles apresentando os ambientes e a vida que circula neles.

Boa viagem ao conhecimento e divertimento!



EPISÓDIO 1 – CLIQUE AQUI
Em terra firme (Restinga)


EPISÓDIO 4 –EM BREVE
A caminho do abismo (Mar Médio)


EPISÓDIO 2 – CLIQUE AQUI
Entre terra e mar (Manguezal, Praia e Costão Rochoso) 


EPISÓDIO 5 – EM BREVE
Nas profundezas (Mar Profundo)

EPISÓDIO 3 – CLIQUE AQUI
Sob as ondas (Recife de coral, Rodolitos, Ilhas oceânicas e cia – Mar Raso)


EPISÓDIO 6 – EM BREVE
Águas gélidas (Polo Sul e Polo Norte)





A realização desta temporada da Série “Mergulho no Oceano” não seria possível sem o apoio fundamental da equipe do Projeto BioGeoMar, capitaneado por nossa colaboradora, profa. Fernanda Azevedo, a quem muito agradecemos.


Para retornar a página introdutória da Série “Mergulho no Oceano”, clique aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.