Que tal construir um vai-e-vem?

Imagem com a ferramenta de edição Canva pela Equipe do Episódio.

Borboletas e mariposas são animais com intensa coloração com enormes asas e diferentes formatos, não é mesmo? Bora brincar com elas?

Nesta matéria você vai aprender conosco o passo-a-passo da montagem do brinquedo “vai-e-vem”, com as asas de borboletas ou mariposas, que você mesmo pode construir.

Borboletas e mariposas têm grandes semelhanças entre si, a ponto de causar uma grande confusão em sua identificação. Mas, não se preocupe, vamos dar algumas dicas para você aperfeiçoar o seu olhar naturalista e saber identificar quem é quem.

Uma grande dica é observar as antenas, as borboletas possuem as antenas bem longas e arredondadas nas pontas, já as mariposas possuem as antenas mais curtas.

Porém, a principal dica é o formato das asas, enquanto as borboletas pousam com as asas fechadas e as mariposas ficam com as asas abertas.
Mas, fiquemos espertos, pois como em muitos aspectos da biologia, sempre encontramos exceções!

O Museu de Zoologia da UNICAMP tem uma exposição virtual muito ilustrativa sobre a diferença entre mariposas e borboletas.
Vale visitar e curtir lá!

Borboleta pousando com as asas fechadas

Fickr ECV – Foto borboleta. Autora: Beatriz Batista Rezende.

Mariposa pousando com as asas abertas

Flickr-ECV – Foto mariposa. Autora: Gabriela Dias Bevilacqua.

Como mostramos no vídeo “Borboletas e Mariposas: voando por ai”, esses animais sofrem metamorfose completa, e quando a última etapa do ciclo de transformações ocorre – isto é, quando o indivíduo adulto sai de seu casulo, podemos ver suas lindas asas se expandindo… e assim é possível diferenciar uma espécie da outra, pois o jeitão das asas, assim como suas cores e padrões são usadas na identificação das espécies.

Voando por aí…

Os insetos são os únicos invertebrados voadores! O que é uma característica muito importante para explicar o sucesso evolutivo que este grupo zoológico possui, quando comparado com os demais.

O voo é muito importante para esses lindos animais uma vez que favorece que eles continuem seu ciclo de vida, como migrar em meses de inverno para lugares mais quentes, como é o caso da borboleta de nosso Episódio.

Por causa de suas asas elas são capazes de fazerem coisas únicas e impressionantes. E é por isso que o voo desses animais e suas lindas cores nos cativam tanto!

Este ‘vai-e-vem’, é um brinquedo perfeito para os apaixonados por borboletas! E você só precisará de alguns materiais que vamos descrever abaixo ?

Passo a passo para montagem do vai-e-vem

MATERIAL NECESSÁRIO

No Espaço Ciência Viva desenvolvemos uma Oficina que queremos compartilhar aqui!
Anote os materiais e mãos-à-obra! Faça você mesmo é o lema!


Barbante
Fita dupla face /Fita durex
Bolinhas de isopor (ou miçangas)
Pedaço de pedra, ou algum outro tipo de material pesado para servir de peso.
Tesoura
Papel
Palitos
Lápis de cor

COMO FAZER?

Primeiro, começamos pegando o tubinho escolhido (pode ser também uma garrafinha pequena que foi retirada a base inferior para ter duas aberturas) e colocamos uma pedra (ou pastilha de mármore) em um dos lados dele, para servir de peso.
Cole com a fita durex, passando duas vezes para ficar bem preso, como mostramos na imagem ao lado.

Em seguida, cortamos pedacinhos da fita dupla face e colocamos na ponta para ser a base dos olhinhos da nossa borboleta!

E então colamos as bolinhas de isopor, que podem estar coloridas ou as miçangas… deixe sua criatividade te guiar!

Agora, no terceiro passo, precisamos cortar um pedaço maior da fita dupla face e colocar atrás dos olhos e mais centralizado, para ser a base das asas.

Afinal, sabemos que as asas dos insetos se fixam no tórax!

Ótimo! Aqui entram as asas… você tem uma borboleta favorita? Cores favoritas?
Porque agora vai ser seu momento!
Pegue uma folha de papel (A4 ou outra) para que você possa desenhar as asas do seu ‘vai-e-vem’!

Aqui nós escolhemos desenhar a borboleta Monarca, com seus tons alaranjados, brancos e pretos!
Ficamos muito animadas com as curiosidades sobre esta espécie presentes no vídeo “Borboletas e Mariposas: voando por ai…”

Mas, se você não conseguir desenhar as asas, tudo bem!
Nós do Espaço Ciência Viva deixamos esses moldes para vocês imprimirem e pintarem.
Clique abaixo e faça o download.

Após desenhar as asas corte-as , mas muito cuidado com a tesoura!

Se precisar de ajuda, chame um adulto!

O corte precisa ser em dois pedaços separados e cole na base de fita dupla face.

Já podemos ver nossa borboleta se formando, não é mesmo?

Para a finalização, passe o barbante do tamanho que quiser entre os lados abertos do tubinho, então pegue os 4 palitos e prenda-os em cada ponta no final do barbante.

Dê um nó bem firme para ficarem bem presos.

Prontinho! Seu ‘vai-e-vem’ está montado e agora você poderá se divertir com ele!
Vamos adorar que nos conte qual asa você usou e com qual cores você coloriu!

Mande uma foto do que você montou e troque figurinhas com nossa equipe!
Use a caixa de comentário ao final desta postagem para compartilhar conosco!

A equipe de mediadores do ECV dinamiza esta Oficina do “Vai-e-vem”, com outros tipos de asas de outros insetos nas visitas escolares. Não deixe de se informar como marcar visitas com sua escola para nos conhecer e curtir novas oficinas e atividades!

Para voltar ao início do Episódio “Borboletas e Mariposas: voando por aí” CLIQUE AQUI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.